Página Inicial / Sem categoria / Aprenda a economizar combustível realizando a manutenção do seu carro

Aprenda a economizar combustível realizando a manutenção do seu carro

Em tempos de gasolina com preços exorbitantes, toda economia de combustível é bem-vinda, e além de fazer bem para o seu bolso, também ajuda a conservar o seu carro, tornando também as visitas ao mecânico menos frequentes.

A Automotiva irá listar algumas manutenções preventivas, e que devem ser checadas periodicamente por tempo e quilometragem, e que também podem ser encontradas no manual do seu carro.

  1. Pneus e rodas

Os pneus dos carros precisam estar sempre calibrados com a recomendação de pressão da fábrica (pode ser encontrada em uma etiqueta na parte interna da porta do motorista), pois aumentam o atrito com o asfalto, exigindo mais potência para se locomover. Eles também não podem estar tortos, desalinhados ou desbalanceados, podendo ter um aumento de 20% no consumo, pois a direção irregular dos pneus causará mais atrito com o solo, além de desgastar prematuramente os pneus, bem como rolamentos de roda (recomendamos realizar o alinhamento e balanceamento a casa 10 mil Km, ou com apresentação de desgastes irregulares).

 

  1. Óleo

O óleo do motor do carro precisa ser trocado nos prazos recomendados pelo fabricante (em caso de uso severo, reduzir pela metade) e com as mesmas especificações recomendadas no manual. Óleo vencido ou de má qualidade aumentará o atrito interno das peças do motor, onde precisará de mais esforço para gerar força. A borra/sujeira causada pelo óleo vencido prejudica a movimentação das peças e também ocasiona desgaste prematuro de itens como comando de válvulas, onde precisará de mais combustível para gerar a mesma potência, além de danificar componentes internos. Sempre que trocar o óleo, troque também o filtro de óleo, pois todas as partículas nocivas ao sistema, ficam impregnados nele. Não trocar o filtro de óleo é como tomar banho após se exercitar, e colocar as mesmas roupas.

 

  1. filtro de combustível

O filtro de combustível é quem retém impurezas do combustível que passam do tanque para o motor. Caso esteja entupido, ele influencia na mistura de ar e combustível que é queimado pelo motor. Tudo que interfere nessa mistura, pode ocasionar o aumento de consumo. O filtro de combustível deve ser trocado entre 10 e 15 mil quilômetros. Consulte o manual de proprietário de seu veículo.

 

  1. Arrefecimento

    Os motores não podem trabalhar acima da temperatura ideal de funcionamento. Caso superaqueçam, ocorre a perda de potência, o que reflete no aumento do consumo e podendo danificar a junta do cabeçote e o cabeçote. Todo o sistema de arrefecimento (bem como mangueiras, válvula termostática e interruptores) precisa ser revisado a cada 10 mil quilômetros ou 1 ano. Essa é a quilometragem e tempo para trocar o aditivo do radiador (a não ser que você utilize aditivos Long Life, onde este tempo aumenta), substância que garante a limpeza interna do sistema de arrefecimento, evita o congelamento do líquido, aumenta o ponto de ebulição, e também tem ação lubrificante, prevenindo vazamentos e garantindo melhor funcionamento e conservação da bomba d’água.

4.Vela de ignição

A vela é fundamental e possibilita a combustão de carros a gasolina e etanol. Caso esteja desgastada, a produção de centelhas é prejudicada, tendo problemas na combustão. Sendo assim nem todo combustível injetado na câmara de combustão é queimado, sendo expelido com outros gases no escapamento. Para compensar esse problema, o sistema de ignição injeta mais combustível para normalizar essa queima e produzir a força que o carro precisa. Resultando em mais consumo de combustível.

 

  1. Filtro de ar

Ele fica responsável por filtrar o ar que entra no motor. O filtro pode aumentar o consumo de combustível por dois motivos. O primeiro é que impurezas podem passar pelo filtro velho e entrar na câmara de combustão, defasando a queima de combustível e obrigando o motor a injetar combustível. O segundo problema é o entupimento do filtro, dificultando a entrada de ar e forçando o sistema de ignição e injeção a injetar mais combustível, sendo assim aumentando o consumo. recomendamos a troca do filtro de papel convencional a cada 10 mil Km para uso convencional e 5 mil Km para uso severo (por exemplo o uso frequente em estradas de terra), e contraindicamos o uso de jato de ar para a limpeza, pois rompe os poros do meio filtrante.

 

  1. Escapamento

O efeito de um escapamento defeituoso não é apenas um barulho incomodo. Podem ocorrer falhas no funcionamento do veículo e aumento do consumo, pois o funcionamento do motor é influenciado pela taxa de contrapressão dos gases. Quando o escapamento está danificado, essa taxa se altera. O resultado são falhas na marcha lenta e a consequência é o maior consumo de combustível. Se perceber qualquer mudança no ronco do carro, verifique qual parte do escapamento está com defeito, pois as peças podem ser trocadas separadamente.

 

Pronto, agora você já sabe de vários fatores que aumentam o consumo, e podem provocar danos no seu carro.

 

 

 

 

 

 

Acompanhe a Automotiva no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *